Encontre aqui o livro que procura de forma mais rápida

Livros para ler nos clubes - catálogo

Mulheres que correm com os Lobos

No seu livro “Mulheres que correm com os lobos” a psiquiatra junguiana Clarissa Pinkola Estés compara as mulheres modernas aos lobos e analisa dezanove lendas e contos de fadas, desde o Patinho Feio ao Barba Azul, fazendo a analogia da devastação das florestas virgens e dos animais selvagens com a “domesticação” dos ciclos naturais femininos, transformados à força em ritmos artificiais para agradar aos outros.

Na cozinha

Ignorem a imponente fachada do Hotel Imperial, dirijam-se antes à porta de serviço. É por ali que Monica Ali, ardilosamente, nos convida a entrar. Quase sem darmos por isso estamos na cozinha, onde pouco resta dos snobs vestígios do império. Ainda se fala inglês, mas o sotaque é do Bangladesh, da Índia, dos países de Leste. E a sofisticação antiga dos pratos não disfarça que aqui,Na Cozinha, chegámos ao inferno.Aqui vai desenrolar-se o drama de Gabriel, um ambiciosochefque, aos 42 anos e em vésperas de abrir o seu próprio restaurante de haute cuisine, encontra o cadáver de um porteiro ucraniano. Não tardará a descobrir que o morto escondia na cave um segredo: a magnética e esquiva Lena, para quem sexo é sinónimo de sobrevivência.Na Cozinhaassinala o regresso fulgurante de Monica Ali ao universo deBrick Lane, o seu aclamado romance de estreia. Somos devolvidos a uma Londres cosmopolita e pós moderna, mas desta vez não nos ficamos pela superfície. Descemos ao piso subterrâneo, onde a língua universal é o dinheiro, e o sexo é mais um bem transaccionável. Ou não. Porque em Gabriel, e na sua dramática descida aos infernos, descobrimos um rosto que a todo o custo se quer humanizar.

Na síria

A única obra não ficcional de Agatha Christie.

Na sombra do pecado

Nas sombras da noite da cidade de Caldwell, em Nova Iorque, trava-se uma guerra territorial entre vampiros e seus caçadores. Ali, existe um bando secreto de irmãos sem igual - seis guerreiros vampiros, defensores da sua raça. De todos eles, Zsadist é o membro mais aterrorizador da Irmandade da Adaga Negra. Um antigo escravo de sangue, o vampiro Zsadist ainda carrega as cicatrizes de um passado cheio de sofrimento e humilhação. Conhecido pela sua fúria insaciável e actos sinistros, é um selvagem temido tanto por humanos, como por vampiros. A raiva é a sua única companheira e o terror a única paixão - até salvar uma linda fêmea da maldade da Sociedade dos Minguantes. Bella fica instantaneamente arrebatada pelo poder fulminante que Zsadist possui. Contudo, à medida que o desejo que nutrem um pelo outro começa a apoderar-se deles, a sede de Zsadist por vingança contra os atormentadores de Bella leva-o ao limite da loucura. Agora, Bella tem de ajudar o amante a ultrapassar as feridas do passado tortuoso e a encontrar um futuro ao lado dela...

Não vou chorar o passado

Quando Joaquim e Alice saíram juntos pela primeira vez, nenhum dos dois sabia ainda que o futuro lhes reservava uma surpresa. Alguns dias antes, numa conferência de imprensa, os seus olhares cruzaram-se e ambos tiveram a certeza de que queriam conhecer-se melhor. O amor que sentiam crescer a cada momento parecia-lhes que seria eterno. Mas, perdidos no fascínio da descoberta, nem por um instante suspeitaram de que não era a primeira vez que a história das suas vidas se cruzava, que o passado viria a influenciar de forma tumultuosa o presente, pondo em risco o equilíbrio daquele amor recente. Aquele homem afável com um passado secreto encarregara-se de os juntar, e Joaquim e Alice apaixonaram-se sem imaginar que estavam a ser manipulados. Afinal, quem era este misterioso homem e que história obscura escondia? Que obsessão era aquela que o levara a vigiar de perto a carreira de Alice?Não Vou Chorar o Passadoé uma história de amores levados ao extremo, de revelações extraordinárias, em que décadas distantes se entrelaçam de forma dramática, um livro que prova a enorme capacidade de Tiago Rebelo em conferir aos seus romances uma carga psicológica e afectiva que prende o leitor da primeira à última linha.

Nas asas do amanhã

Quando o marido morre na guerra do Pacífico, Helen Carlisle oferecesse como voluntária para o esforço de guerra, a fim de ocultar os seus sentimentos. No entanto, manter a aparência de viúva inconsolável de um herói local está a deixar a sua marca. Em breve algo irá ceder. O tenente Raymond Novak prefere o púlpito ao cockpit. O seu trabalho a treinar pilotos de B-17 permite-lhe ter uma vida pessoal… e dá-lhe uma desculpa conveniente para ignorar o seu maior medo. Quando a bela Helen conquista o seu coração, ele mostra-se decidido a merecê-la e a desposá-la.Ray e Helen veem-se então forçados a arriscar as suas reputações e as suas vidas; irão eles enfrentar e conquistar os desafios que têm pela frente? E poderá o seu jovem amor sobreviver até ao regresso da paz?Cheio de drama, coragem e romance, Nas Asas do Amanhã encerra de forma magistral a popular série «Asas de Glória».

Nicolau Breyner

"Nicolau Breyner - É Melhor Ser Alegre que Ser Triste" conta a vida de um alentejano tirado à terra a quem Deus entregou um outro destino. Português incatalogável, é um actor versátil, com caminho feito no teatro de revista e na comédia, experimentadíssimo nos "plateaux" de televisão e de cinema, produtor, realizador, e também autor de programas que mudaram a história da televisão e do humor feitos em português. Para além das suas próprias histórias, aqui ficam também contadas partes de várias outras - as do teatro, da televisão, do cinema, mas também algumas de Serpa e de Lisboa. Feito em colaboração com o actor, este livro percorre setenta anos de vida e cinquenta de carreira de um homem conhecido pelas qualidades humanas de quem se construiu em torno dos afectos.

No seu mundo

Jacob Hunter é um adolescente: brilhante a Matemática, sentido de humor aguçado, extraordinariamente bem organizado, incapaz de seguir as regras sociais. Jacob tem síndrome de Asperger. Está preso no seu próprio mundo - consciente do mundo exterior e querendo relacionar-se com ele. Jacob tenta ser um rapaz como os outros mas não sabe como o conseguir.Quando o seu tutor é encontrado morto, todos os sinais típicos da síndrome de Asperger - não olhar as pessoas nos olhos, movimentos descontrolados, acções inapropriadas - são identificados pela Polícia como sinais de culpa. E a mãe de Jacob tem de fazer a si própria a pergunta mais difícil do mundo: será o seu filho capaz de matar?

Nossa Senhora de Paris

Estamos em Paris, em plena Idade Média. A sombra da catedral, a bela bailarina Esmeralda desperta paixões. Mendigos e vadios, o poeta Gringoire e o capitão dos guardas Phoebus rodeiam‑na e admiram-na e o temível arquidiácono Claude Frollo é levado ao crime. Suspeita e votada ao suplício, Esmeralda é salva pelo sineiro de Nossa Senhora de Paris, Quasimodo, que a protegerá e adorará ate que a morte os una.

O Aleph

"O Aleph" assinala o regresso de Paulo Coelho às suas origens literárias. Num relato pessoal franco e surpreendente, revela como uma grave crise de fé o levou a procurar um caminho de renovação espiritual. Com o fim de recuperar o empenho, a paixão e voltar a entusiasmar-se pela vida, o autor resolve começar tudo de novo: viajar, viver novas experiências, relacionar-se com as pessoas e o mundo. Assim, guiado por sinais, visita três continentes - Europa, África e Ásia -, lançando-se numa jornada através do tempo e do espaço, do passado e do presente, em busca de si mesmo. Ao longo da viagem, Paulo vai, pouco a pouco, saindo do seu isolamento, despindo-se do ego e do orgulho e abrindo-se à amizade, ao amor, à fé e ao perdão, sem medo de enfrentar os desafios inerentes à vida. Da mesma maneira que o pastor Santiago em "O Alquimista", o autor descobre que é preciso percorrer grandes distâncias para conseguir compreender aquilo que nos é mais próximo. A peregrinação faz com que se sinta vivo novamente, capaz de ver o mundo com os olhos de uma criança e de encontrar Deus nos pequenos gestos quotidianos.

O amante Japonês

Parvathi é uma sonhadora. Mais do que tudo, deseja amar - e ser amada - sem restrições. Mas o pai tem para ela planos que incluem um casamento arranjado com um desconhecido. Ele é um viúvo rico da Malásia, para onde a jovem será obrigada a partir. Recém-chegada a uma terra desconhecida, vê-se a braços com a fúria do marido. É que o pai de Parvathi enganou-o, enviando-lhe a fotografia de uma rapariga diferente… e mais bonita. Mas, lentamente, marido e mulher chegam a um entendimento. Ela é uma esposa dedicada mas vive um casamento sem paixão. No seu íntimo, continua a sonhar. O mundo à sua volta está em convulsão, e a sua própria vida rapidamente mudará também: o marido morre e a Malásia é invadida pelo Japão. Para salvar a dignidade da enteada, Parvathi aceita entregar-se todas as noites ao general japonês que lhe ocupa a casa. Será desta forma inesperada que conhece pela primeira vez a paixão. Gradualmente, o seu inimigo de morte transforma-se no amante por quem sempre ansiou… Povoada de mitos e magia, esta exótica saga familiar é um retrato inesquecível da história recente da Malásia e um hino ao poder do amor incondicional.

O amor em tempos de cólera

O Amor nos Tempos de Cólera constitui na obra de Gabriel García Márquez um marco equiparável ao do célebreCem Anos de Solidão, considerado até hoje, a sua obra-prima.
escute os nossos podcasts
Publicidade Rodapé 2

subscreva a nossa newsletter

Sabedoria Alternativa 2011 © Clube da Leitura - Todos os direitos reservados