Encontre aqui o livro que procura de forma mais rápida

Livros para ler nos clubes - catálogo

A melodia do amor

Liverpool, 1893. Os sonhos de Beth são desfeitos quando ela, o irmão Sam e a irmã mais nova, Molly, ficam órfãos. As suas vidas, até então tranquilas e seguras, sofrem uma dramática reviravolta. Para escapar a um futuro de miséria e servidão, Sam e Beth decidem arriscar tudo, atravessar o Atlântico e partir à conquista do sonho americano. Mas Molly é demasiado pequena para os acompanhar e os irmãos vêem-se obrigados a tomar uma decisão que os marcará para sempre: deixá-la em Inglaterra, a cargo de uma família adoptiva.A bordo do navio para Nova Iorque não faltam vigaristas e trapaceiros, mas o talento de Beth com o violino conquista-lhe a alcunha de Cigana, a amizade de Theo, um carismático jogador de cartas, e do perspicaz Jack. Juntos, os jovens vão começar de novo num país onde todos os sonhos são possíveis.Para a romântica Beth, esta será a maior aventura da sua vida. Conseguirá a Cigana voltar a encontrar um verdadeiro lar?Uma história de amor incondicional e coragem sem limites. Um livro irresistível, da autora deNunca me Esqueças,Procuro-teeSegue o Coração.

A menina dança?

Rita Ferro volta a surpreenderos leitores, mudando de voz e de horizonte e confirmando, uma vez mais, a sua notável elasticidade literária. Já não é a fantasia de O Vento e a Lua, o pranto orgulhoso de Uma Mulher não Chora ou a ironia crua de Os Filhos da Mãe; é a maturidade da Autora que se desprende deste novo romance, onde o ritmo vertiginoso a que nos habituou quase se suspende para nos contar uma história de amor, íntima e obscura, narrada na primeira pessoa, no tom compassado e genuíno de uma confidência. Ou de uma inconfidência: de tanto procurar o amor no outro, Luísa deixa de amar; quando o encontra, enfim, não está preparada nem para o reconhecer, nem para o estimar. Uma oração ao amor.

A menina do mar

Esta é a história de amizade entre um rapaz e uma Menina. Ela vive no mar, e é bailarina da "Grande Raia", uma rainha dos mares, que sobre ela mantém vigilância, não a deixando realizar o seu sonho de conhecer a terra firme, onde mora o rapaz. Além disso, a menina não consegue sobreviver longe da água, pois, fica desidratada, ainda que consiga respirar dentro e fora de água. O rapaz, com que estabelece amizade, tem o desejo de conhecer o fundo do mar. A história desenrola-se com a tentativa dos dois em realizar os seus sonhos.

A mentira

Mentira é a história real deJulie Metz, uma nova-iorquina sofisticada presa numa pequena vila onde reina a lei do silêncio – onde todos, menos ela, conhecem o segredo de Henry. E é a história de uma mulher que tudo fará para descobrir a verdade, e para recuperar – para si, para a filha – a felicidade perdida.«Aconteceu assim: os passos de Henry no velho chão de madeira. Mais passos, talvez na escada. Silêncio. Depois a queda.» Quando o marido lhe morre nos braços, Julie sente que o seu mundo começa a desabar. «Ele amava-te tanto!», dizem-lhe no funeral. Centenas de pessoas choram com ela a morte súbita de Henry, o irresistível Henry, o homem perfeito. Julie é agora uma jovem viúva, com uma filha pequena. Deixa de comer, de trabalhar, mergulha numa depressão profunda. Mas tem amigas, muitas, que a arrancam aos poucos do torpor. Começa a sair, abre-se de novo para o amor. Ironicamente, é o novo amante que lhe dá a primeira pista, que levanta a ponta do véu, que lhe revela a dupla vida do perfeito Henry... Esta é a história real de Julie Metz, uma nova-iorquina sofisticada presa numa pequena vila onde reina a lei do silêncio - onde todos, menos ela, conhecem o segredo de Henry. E é a história de uma mulher que tudo fará para descobrir a verdade, e para recuperar - para si, para a filha - a felicidade perdida.

A minha casa é o teu coração

O amor está antes e depois de tudo, porque há sempre uma nova forma de o viver. O amor está em cada gesto que fazemos, tem as cores da amizade, da devoção, da maternidade, da família, do trabalho, da casa, da vida de todos os dias. Traduzida em várias línguas, Margarida Rebelo Pinto é considerada a mais romântica das escritoras portuguesas.

A montanha mágica

História mágica ou filosófica, romance histórico ou de formação, narrativa sobre o tempo ou viagem interior de um jovem alemão honrado e ávido de experiências, este romance envolve e enreda o leitor em teias mágicas que não mais o libertarão, entre a sátira e a seriedade, o humor e a ironia, a luz e o niilismo, numa sinfonia contra-pontística em que liberalismo e conservadorismo, decadência e sublimação, doença e saúde, espírito e natureza, morte e vida, honra e volúpia se sucedem num torvelinho que só a Primeira Guerra Mundial conseguirá dissipar. Quando as fundações da Terra e da montanha mágica começam a tremer, quando o mundo hermético feito de tédio, torpor e exasperação começa a abalar, por acção do trovão e do enxofre, das baionetas e dos canhões, é que o arganaz adormecido esfrega os olhos e começa a endireitar-se, saindo da sua tenaz hibernação, expulso do seu reino e dos seus sonhos, salvo e liberto, depois de quebrado tão longo e mágico encanto.

A morte de Bunny Munro

"ESTOU LIXADO" pensa Bunny Munro, num súbito momento de autoconsciência reservado a quem está prestes a morrer.Depois do suicídio da mulher, Bunny Munro, caixeiro-viajante, parte com o filho numa viagem pela costa sul de Inglaterra e cedo descobre que tem os dias contados. Mais do que para vender cosméticos, Bunny viaja em busca da sua alma.Com um enredo alucinante, este romance é também uma fábula mordaz e sincera dos nossos tempos. Vibra com a mesma energia que fez de Cave um dos autores de letras mais respeitados do mundo.

A mulher do tigre

Grande vencedor do Orange Prize for Fiction 2011, considerado «excecional» pelo júri do prémio (reputado galardão que visa a promoção da escrita no feminino, atribuído todos os anos no Reino Unido),A Mulher do Tigreé um dos livros de ficção mais vendidos pela Amazon americana.Um novo talento na ficção contemporânea que, com apenas 26 anos, foi considerada peloThe New Yorkeruma das vinte melhores escritoras norte-americanas com menos de 40 anos e foi ainda incluída na lista doNational Book Foundation(que elege 5 escritores abaixo dos 35 anos de idade).A Mulher do Tigretem suscitado uma aclamação unânime e entusiástica por parte da crítica, do público e de outros escritores em todo o mundo.Natalia é uma jovem médica que está destacada numa missão de solidariedade a um orfanato quando recebe a notícia da morte do avô, ocorrida em circunstâncias pouco claras. Ao lembrar-se das histórias que ele lhe contava na infância, convence-se de que o avô passou os últimos dias de vida em busca de uma das suas personagens. Tenta então, a par da missão que lhe foi confiada, compreender as motivações do avô e depara-se com uma pista que a conduz à extraordinária história da mulher do tigre: a da singular amizade entre um tigre fugido de um jardim zoológico, depois de um bombardeamento durante a Segunda Guerra Mundial, e uma misteriosa mulher surda-muda. Realidade e mito, presente e passado sucedem-se nesta evocação sublime dos Balcãs pela mão de uma exímia contadora de histórias.

A musa de Camões

"A Musa de Camões" recua até ao século XVI, para a Lisboa de onde partem as caravelas que descobrem o mundo e chegam as especiarias que maravilham a Europa. No paço real vive a mais bela e rica princesa da cristandade: a Infanta D. Maria. Nas ruelas tortuosas aventura-se o mais talentoso poeta da época: Luís de Camões. Mas Lisboa não tem só encantos. A Infanta, invulgarmente culta e graciosa, retratada por pintores e cantada por poetas, vive asfixiada por uma corte que conspira para que ela não case nem leve o dote mais cobiçado da Europa. E Camões, invejado pelo talento único e odiado por maridos cujas mulheres cantou e encantou, é um desafortunado que até El Rei pretende exilar para longe. Um dia os seus olhares cruzam-se. Tão diferentes de nascimento e posição, as suas almas desencantadas parecem gémeas. Uma deseja atenção, a outra anseia por uma musa, ambas encontram o amor. Trazendo à vida uma época gloriosa e personagens fascinantes, Maria Helena Ventura conta-nos a história de um amor único e impossível, que aos olhos da lei era crime e aos da Inquisição era pecado.

A noite

«Depois de ter feito jornais, escreveu sobre eles. Foi em ""A Noite"", a primeira obra dramática de Saramago que o escritor dedica a Luzia Maria Martins, a pessoa que o ""achou capaz de escrever uma peça"". Seria mesmo. A noite de que se fala nesta peça ficou para a história: de 24 para 25 de Abril. A acção passa-se na redacção de um jornal em Lisboa e autor avisa: ""Qualquer semelhança com personagens da vida real e seus ditos e feitos é pura coincidência. Evidentemente."" Nem outra coisa seria de esperar. A ironia passa também pela história desta noite em que administradores e redactores entram em conflito. Uns a gritar que a máquina ""há-de parar"" e outros a defender que ela ""há-de andar"". Quando o escreveu, Saramago já sabia que, para o bem e para o mal, a máquina tinha continuado a andar. ""A Noite"" chegou aos palcos em Maio de 1979 pelo Grupo de Teatro de Campolide. Com encenação de Joaquim Benite e direcção musical de Carlos Paredes, a peça contava, entre outros, com a participação de António Assunção no papel do chefe de redacção Abílio Valadares.» (Diário de Notícias, 9 de Outubro de 1998)"

A paixão do jovem Werther

Editada com o título original "Die Leiden des jungen Werthers" este livro teve a sua primeira edição em 1787. É uma novela autobiográfica de Goethe e foi este livro que tornou este autor numa celebridade internacional da literatura. O conteúdo apresenta-se como uma colecção de cartas escritas por Werther, um jovem artista muito sensível e temperamental ao seu amigo Wilhelm.

A pérola

Baseada num conto popular mexicano, A Pérola constitui uma inesquecível parábola poética sobre as grandezas e as misérias do mundo tão contraditório em que vivemos. É, assim, a história comovente de uma pérola enorme, de como foi descoberta e de como se perdeu… levando com ela os sonhos bons e maus que representava, mas é também a história de uma família e da solidariedade especial entre uma mulher, um pobre pescador índio e o filho de ambos.
escute os nossos podcasts
Publicidade Rodapé 2

subscreva a nossa newsletter

Sabedoria Alternativa 2011 © Clube da Leitura - Todos os direitos reservados